Ibaney Chasin, Cofundador do Grupo Camena

Ibaney Chasin, Cofundador do Grupo Camena

Fundado em 1997 por Ibaney Chasin e Heloísa Muller, professores do Departamento de Música da UFPb, o Grupo Camena nasce com o objetivo de pesquisar e executar o repertório dos séculos XVI e XVII. Formatado, em seu nascimento, por um trio de cantores que se faziam acompanhar por instrumentos de época, o grupo passou por formações diversas, sempre conservando o mesmo núcleo artístico: o canto (de um ou mais cantores) e um violino que se faziam acompanhar por um baixo contínuo formado pelo cravo, chitarrone, cello e/ou viola da gamba.

Há pouco mais de dois anos, o grupo assumiu sua mais nova configuração, adendando a seu núcleo a percussão, um trompete e, mais recentemente, uma sanfona, numa dinâmica que adequou sua orgânica ao repertório que desejava interpretar. O Grupo Camena, mutante em função da busca em realizar o mais amplo repertório musical barroco é, pois, a unidade do diverso, onde canto e instrumentos se atam para tornar vivo um período musical que se caracterizou pela expressão dos afetos humanos. Nesse sentido, a música colonial passa a ser um campo de ação projetado por nosso repertório.

Importa sublinhar, em sua fase atual, a importância de incorporar instrumentos e sonoridades normalmente vinculadas à música popular. Ao fazer uma sanfona interpretar músicas dos séculos XVI e XVII não apenas ampliamos a gama de possibilidades musicais em si, como também, e isto é o mais importante, mostramos de modo prático que popular e erudito sempre se relacionaram no curso da história. Relação que, marcada por aproximações, separações e contradições, não obstante é a própria condição da arte musical em seu caminho perene de exprimir a lógica da vida humana.